Labels

domingo, 3 de março de 2013

Na Convenção Nacional, o PMDB confirmou apoio ao PT em 2014

Convenção do PMDB (Foto: Mariana Oliveira/G1)
  Convenção reuniu os principais líderes do PMDB (Foto: Mariana Oliveira/G1)

No dia de ontem Sábado (02), o PMDB, maior aliado do governo Dilma Rousseff, realizou sua Convenção Nacional em Brasília.

Com a presença de grandes lideranças do partido, como o vice-presidente da República, Michel Temer, o presidente do Senado, senador Renan Calheiro (AL), o presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Henrique Eduardo Alves (RN), o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, o partido confirmou apoio ao PT e a presidente Dilma em 2014.

Convenção Nacional do PMDB, neste sábado (2) em Brasília, deve reconduzir o vice-presidente da República, Michel Temer, à presidência do partido (Foto: Beto Barata/Estadão Conteúdo)
  Michel Temer foi reconduzido à presidência do partido (Foto: Beto Barata/Estadão Conteúdo)

Na ocasião, Michel Temer, foi reconduzido ao cargo de presidente nacional da legenda para um mandato de dois anos. O principal líder peemedebista do Brasil no momento, foi eleito por aclamação dos membros do partido presente a convenção.

Além de Temer, foi eleita a nova executiva nacional do partido e o baiano, Geddel Vieira Lima, vice-presidente da Caixa Econômica Federal, foi eleito 1º Secretário.

Aliança PMDB - PT

Uma aliança que tem dado certo, como vocês puderam verificar pelo discurso da presidenta e pelo entusiasmo do PMDB. Foi uma convenção que marcou a unidade absoluta do partido. Em segundo lugar, ratificou a ideia de uma aliança duradoura entre PT e PMDB”, ressaltou Temer em sua fala.

Temer disse ainda que a aliança é "indispensável a inafastável", "para o bem de todo o Brasil". 

No uso da palavra, diversas lideranças dos dois partidos, destacaram a importância da aliança entre as siglas para o crescimento do Brasil.

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, se posicionou no mesmo sentido e disse: Insatisfações existem, mas não podemos esquecer que essa aliança tem um programa comum que é trabalhar por um país cada vez melhor, e que sabe respeitar as características de cada partido.  

Dilma presente

Presente na Convenção, a presidente Dilma Rousseff , não poupou elogios ao vice-presidente Michel Temer, e desejou "vida longa" à aliança com os peemedebistas. Apesar de não ter explicitado que Temer será o vice em 2014, o discurso agradou a cúpula do partido. 

"É uma grande honra participar da convenção nacional do partido, que é o maior parceiro do meu governo, o convite do PMDB para estar aqui ofereceu uma oportunidade extraordinária para que, juntos, possamos celebrar essa parceria sólida, produtiva e que sem dúvida alguma terá uma longa vida”, afirmou a mandatária brasileira.

Apoio ao PT em 2014 e candidatura própria em 2018

O senador Valdir Raupp (RO), vice.presidente nacional do partido, disse que o partido estar disposto a lançar candidato próprio a presidente em 2018, para ele, essa é a meta do partido. 

O líder do partido na Câmara, deputado Eduardo Cunha (RJ), afirmou que a convenção realizada ontem, foi o início de uma arrancada. Para ele, o PMDB deve manter a aliança com PT e apoiar Dilma em 2014, e tem reais condições de ganhar a presidência da república em 2018. Fonte: G1 e Uol

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!