Labels

sábado, 18 de maio de 2013

Em Convenção Nacional, PSDB elege Aécio novo presidente nacional

Senador tucano Aécio Neves (MG) é saudado por correligionários durante convenção nacional do PSDB realizada no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília, neste sábado (18) (Foto: Ed Ferreira/ Estadão Conteúdo)
  Senador Aécio Neves (MG) é saudado por correligionários durante (Foto: Ed Ferreira/ Estadão Conteúdo)

Em Convenção Nacional realizada neste sábado em Brasília, o PSDB elegeu o senador mineiro, Aécio Neves, virtual candidato do partido a presidente nas Eleições de 2014, ao cargo de Presidente Nacional da legenda para os próximos dois anos. Aécio obteve 535 votos (97,3%) dos delegados do partido com direito a voto.

O evento contou com a presença das principais lideranças do partido, os governadores do partido, Geraldo Alckmin de São Paulo, Beto Richa do Paraná, Marconi Perillo de Goiás, Simão Jatene do Pará, Teotônio Vilela Filho de Alagoas, Antônio Anastasia de Minas Gerais, Anchieta Júnior de Roraima e Siqueira Campos do Tocantins, o ex. presidente Fernando Henrique Cardoso, o ex. governador de São Paulo José Serra, senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores, secretários municipais e de estado.

Aliados do PSDB nas últimas campanhas para presidente, as principais lideranças do DEM e do PPS participaram da convenção.

Segundo a assessoria da sigla, cerca de 4 mil tucanos compareceram ao evento partidário.

Em um discurso de 25 minutos, Aécio agradeceu a presença da militância e o voto de confiança para que ele conduza o partido em meio à eleição presidencial de 2014. Ovacionado pelos correligionários, o parlamentar mineiro teceu uma série de críticas à administração petista no governo federal e avaliou as dificuldades que a oposição irá enfrentar na tentativa de derrotar Dilma nas urnas.

“Queremos tirar o país das garras de um partido político que se esqueceu de suas origens e da sua história. Não será fácil a nossa missão, mas está longe de ser impossível. Não vamos enfrentar apenas um partido, mas um partido que se encastelou no poder”, afirmou. Fonte: G1

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!