Labels

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Novo Artigo: Policia de Banzaê determina e eu dou minha opinião!


Começou a vincular nesta quinta-feira (16) no sistema de som da cidade, o Sistema R-Som, que a partir da próxima Segunda-Feira (20), todos os motoqueiros de Banzaê deverão pilotar usando capacete, com a documentação da moto regularizada e andar com habilitação quando estiver na Sede do município, no anuncio fala que a determinação é da Policia Local.

Antes mesmo da determinação entrar em vigor, eu venho aqui deixar minha opinião sobre o assunto nesse novo artigo do Banzaê News.

Pilotar usando capacete

Sobre pilotar usando capacete é uma boa ideia por se tratar que a segurança de quem esta conduzindo a moto e até mesmo de quem esta na garupa é muito importante acima de tudo, porém, o prazo é muito pouco para que todos os motoqueiros do município que não tem capacete compre um, afinal, é a grande maioria dos munícipes que não tem. 

Exigir a documentação em ordem

Sobre exigir que a moto esteja regularizada, é muito importante também, afinal, é injusto saber que muitos não regularizam sua moto e pilotam tranquilamente assim como eu e muitos que gastam demais na renovação da documentação para ter a moto regularizada.

Ponto mais polêmico da Determinação: A Exigência da CNH

Sobre exigir que um motoqueiro, e até mesmo um motorista de outro veiculo, que mora numa cidade como Banzaê com pouco mais de 12 mil habitantes use a CNH (Carteira Nacional de Habitação) para conduzir a moto e o veiculo respectivamente, é um exagero no meu ponto de vista, até por que, em municípios maiores como Ribeira do Pombal e Euclides da Cunha, por exemplo, essa exigência não é válida.
 
Falo isso não pelo simples fato de ainda não ter a CNH, e sim por entender que antes de exigir que um motoqueiro, e até mesmo um motorista, pilote ou conduza seu carro, por exemplo, com a Habilitação sempre em mãos, deve-se ter um investimento na mobilidade urbana da cidade, afinal, como exigir “CNH” se Banzaê não tem ruas e avenidas “Sinalizadas” com placas, não tem “Faixa para Pedestre”, não tem “Semáforo” e as ruas e avenidas não são “100% Pavimentadas”, afinal, a grande maioria não é, então, como exigir?

Agora no dia que todas as ruas e avenidas de Banzaê estiverem “Pavimentadas” e “Sinalizadas”, o pedestre for respeitado com a “Faixa” sendo colocada em todos os pontos necessários e ter “Semáforo”, eu serei o primeiro a ser favorável para que a exigência de conduzir um veículo automotivo com a CNH em mãos seja válida e aplicada.

Polêmico para o povo

Eu citei que o ponto mais polêmico da determinação é o uso da “CNH” por entender o que disse acima e por já ter visto também a opinião do povo nesse primeiro dia de vinculação da propaganda, para grande maioria, não é nem necessário exigir o uso de capacete por que Banzaê é ainda uma cidade pequena, mais se for para usar de fato, todos vão usar, porém, exigir conduzir um veiculo automotivo com a CNH em mãos, não encontrei um dono de veiculo que seja favorável, encontrei sim, diversos com a mesma opinião minha, ou seja, se for para exigir a CNH, deve-se ter primeiro um investimento na mobilidade urbana da cidade. E sua opinião qual é?


Por: Bruno Matos Cezar

2 Comentários:

  1. Mandou bem Bruno. E digo mais: antes de exigir do "cidadão comum" por que não exige que as autoridades façam sua parte também?

    ResponderExcluir

Obrigado por sua visita!