Labels

domingo, 30 de junho de 2013

Brasil atropela Espanha e conquista o Tetra da Copa das Confederações

 Jogadores levantam a taça no pódio do Maracanã (Foto: Globo Esporte.com)

Os 73.531 torcedores que foram ao Maracanã neste domingo de decisão da Copa das Confederações tiveram certamente uma de suas maiores vivências no futebol. Assistiram de pertinho ao banho de bola que a seleção brasileira deu na Espanha, campeã do mundo, bi da Europa e até então invicta por três anos, ou 29 jogos, em competições oficiais (a última derrota tinha sido em junho de 2010 para a Suíça, na estreia na Copa do Mundo da África do Sul). Marcando por pressão e jogando em alta velocidade, o Brasil sufocou o adversário e foi melhor o tempo todo. Fred marcou duas vezes, no início de cada etapa, e tornou-se artilheiro do torneio, ao lado do espanhol Fernando Torres, com cinco gols. Neymar também fez o dele e, mais uma vez, com rara beleza. O espanhol Sergio Ramos ainda perdeu pênalti, quando já estava 3 a 0. O Brasil ganhou pela quarta vez a competição (as outras foram em 1997, 2005 e 2009).

O domingo foi de brilhos individuais, mas também de força coletiva. Compacta, a seleção brasileira não dava espaços e trocava passes com eficiência. Apareceram não só Neymar e Fred, mas também o futebol de Hulk, o contestado Hulk. Ele fez certamente sua melhor exibição com a camisa da seleção. Substituído por Jadson, aos 27 do segundo tempo, teve seu nome gritado em uníssono pela torcida. O domingo foi ainda de David Luiz. Quando a partida estava 1 a 0, o zagueiro salvou quase em cima da linha, de carrinho, o que seria o gol de empate da Espanha, em chute de Pedro. Até Oscar, que vinha tímido na competição, deu o ar de sua graça, com deslocamentos e passes precisos.

No início, muita intensidade

A seleção brasileira começou o jogo em alta voltagem. Com menos de dois minutos, Hulk cruzou da direita, Fred errou a cabeçada e a bola bateu em Neymar, na pequena área. Deitado, o atacante do Fluminense conseguiu chutar e balançar a rede: 1 a 0. O gol não diminuiu o ímpeto. Aos 8, Fred tocou de calcanhar na área e Oscar chutou rasteiro, raspando a trave direita de Casillas. Fonte: Jornal o Globo

O BN esta preparando uma matéria com todos os detalhes da Copa das Confederações que foi realizada no Brasil e você curtiu aqui no Banzaê News.

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!