Labels

sábado, 3 de agosto de 2013

Cielo arranca inédito tri mundial nos 50m livre e recomeça história vitoriosa


Trezentos e sessenta e cinco dias se passaram da noite em que Cesar Cielo olhou para o lado do pódio e tinha alguém mais alto do que ele. 

Do bronze nos 50m livre dos Jogos Olímpicos de Londres para cá, muita coisa mudou na vida do brasileiro de 27 anos. Trocou de clube, técnico e até de joelhos, operados em setembro do ano passado. A mudança mais importante veio neste sábado, na decisão do Mundial de Barcelona. Impecável, o Bi Campeão Mundial ignorou seu algoz na Inglaterra, Florent Manaudou, e todos os outros rivais. Com uma saída perfeita, bateu na frente e conquistou o inédito Tri Campeonato (2009 - 2011 e agora) da prova. E com a melhor marca da era pós-trajes: 21s32, superando o francês Fred Bousquet, que fizera 21s36 em 2010. O roteiro perfeito para o recomeço da história vitoriosa do maior nadador de todos os tempos do país.

A prata ficou com o russo Vladimir Morozov (21s47) e o bronze com George Bovell, de Trinidad e Tobago (21s51). O OURO foi parar no peito de Cielo pelas mãos do russo Alexander Popov, um dos grandes de todos os tempos na história das provas de velocidade. O tradicional choro de Cielo todas as vezes que escuta o Hino Nacional do alto do pódio voltou a acontecer. Dessa vez, mais intenso. A torcida, que estava lotada de franceses, se emocionou junto com ele e aplaudiu de pé.

O Brasil no Mundial

O segundo Ouro de Cielo, já que o primeiro foi nos 50 metros borboleta, também consolida a melhor campanha do Brasil na história dos Mundiais em quantidade de medalhas. Foram três de Ouro - duas com Cielo e uma com Poliana Okimoto nos 10km da maratona aquática; duas de prata (Poliana nos 5km e Ana Marcela nos 10km da maratona aquática); e quatro de bronze (Ana Marcela e por equipes nos 5km da maratona aquática, Felipe Lima nos 100m peito e Thiago Pereira nos 200m medley). No momento, o país ocupa a sexta posição do quadro geral de medalhas. Em Xangai 2011, o Brasil terminou na quarta colocação geral, mas com quatro medalhas apenas - todas de ouro. Fonte: SPORTV

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!