Labels

terça-feira, 20 de agosto de 2013

DESOCUPAÇÃO DA FAZENDA DO BISPO EM ANTAS


Cento e onze famílias ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) foram retiradas, no domingo, 18 de agosto, Fazenda localizada no município de Antas, onde as mesmas estavam no local desde o dia 02 de agosto.

A propriedade pertence a Dom José Edson Santana Oliveira, bispo diocesano de Eunápolis. De acordo com o coordenador estadual do MST na região, Luís Carlos Ferreira dos Santos, cerca de 20 homens fortemente armados retiraram à força os ocupantes e queimaram os barracos de lonas instalados no local. 

"Eles entraram no acampamento atirando para todos os lados, espancando mulheres, crianças e idosos, puseram algumas pessoas nos carros e levaram para um lugar deserto, espancando os mesmos e depois soltaram para vir a pé", denunciou o dirigente, que também prestou queixa na Delegacia de Polícia de Antas. O delegado Rodrigo Albuquerque ouviu os camponeses na manhã de segunda-feira, 19 de agosto. 

Conforme apurado, os policiais foram enviados ao local para garantir a segurança dos envolvidos. Os integrantes do MST consideram a propriedade improdutiva e querem a inclusão da fazenda no processo de reforma agrária. 

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) cobrou do INCRA e da Secretaria Estadual da Segurança Pública da Bahia intervenção para evitar maiores conflitos na região. "A luta pela terra é um direito de todo trabalhador rural, assegurado na Constituição. O que não pode é este trabalhador ser ameaçado e agredido como vem ocorrendo nessas ocasiões. É preciso que a Justiça impeça esses abusos que vêm sendo cometidos", cobrou. Procurada pela reportagem, a assessoria de Dom José Edson informou que o religioso estava em atendimento e, por conta disso, não poderia se pronunciar sobre o caso. Fonte: Bahia Noticias

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!