Labels

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Projeto “Quebrando o Silêncio” mobiliza Escolas Públicas em Ribeira do Pombal

 Passeata do projeto

Com objetivo de alertar sobre as diversas formas de violência, abuso e exploração humana, a Igreja Adventista do 7º Dia, em trabalho conjunto com o Clube de Desbravadores Arco-Íris e com apoio da Secretaria Municipal de Educação de Ribeira do Pombal, realizou entre os dias 09 a 13 de setembro a primeira edição do “Quebrando o Silêncio”

Professor e coordenador Irineu Reis participando da passeata
 
O Quebrando o Silêncio é um projeto educativo e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica, promovido anualmente pela Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países da América do Sul, (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) desde o ano de 2002. A campanha se desenvolve durante todo o ano, mas uma das suas principais ações ocorre sempre no quarto sábado do mês de agosto. Este é o “Dia de ênfase contra o abuso e a violência”, quando ocorrem passeatas, fóruns, escola de pais, eventos de educação contra a violência e manifestações na América do Sul.

 Palestra com Dr. João Paulo (Promotor de Justiça)

O Projeto “Quebrando o Silêncio” lançado em Ribeira do Pombal mobilizou as três maiores escolas públicas da cidade, o Colégio Evência Brito (CEB), a Escola Maria Menezes Cruz Conceição (Bairro Pombalzinho) e o Colégio Central (Colégio Estadual de 2º grau), que juntas atendem a uma clientela de cerca de 3.000 alunos que durante o projeto participaram de palestras realizadas por diversas autoridades públicas locais e parceiros que se dispuseram a falar sobre abuso sexual, bullying, violência doméstica contra mulheres, idosos e crianças. Durante as ações, foram distribuídos entre as escolas, alunos e professores mais de cinco mil folhetos educativos de prevenção contra o abuso e a violência doméstica, e centenas de revistas que tratava especificamente sobre os “Perigos em Rede”, pauta geral deste ano que, com o aumento da utilização da internet pela maioria das pessoas, chamou a atenção para possíveis abusos e traumas que podem acontecer na internet.

 Vereador Bebeto palestrando

O professor Manoel Messias, especialista em Tecnologias Educacionais pela PUC-RJ e um dos Coordenadores da Campanha em Ribeira do Pombal enfatiza que “cada dia mais, crianças e adolescentes estão mais vulneráveis quando estão acessando a internet”. Segundo o professor, “apesar de permitido apenas para maiores de 12 anos, o Facebook está cheio de perfis infantis e cada vez mais crianças navegam pela rede social que, sem orientação adequada, favorecem comportamentos de exposição que colocam em risco a segurança pessoal e familiar. A Igreja Adventista e o Clube de Desbravadores estão preocupados com isso e o projeto Quebrando o Silêncio vem orientar os alunos da Rede Pública sobre os perigos a que estão submetidos na internet, conclui. 

 Professor Messias Matos, Diretor do Clube de Desbravadores e Coordenador do projeto participando da passeata
As ações do projeto Quebrando o Silêncio em Ribeira do Pombal, contou com o reforço de autoridades públicas locais e parceiros como o Juiz da Vara Cível (Dr. Fernando), o Promotor de Justiça (Dr. João Paulo), Advogados (Dr. Jucinaldo, Dr. Nelson Cardoso, Dr. Jairo Monteiro), investigador da Polícia Civil (Wellington Parêa), Policiais Militares (Capitão Mesquita e Soldado Carlos Cruz), Vereador (Roberto Alcântara - Bebeto), Teólogos (Pr. Joel Souza e Pr. Ariosto Araújo), Professores (Paulo Nery, Débora Santana, Aline Leite e Adriana Viana), que se dispuseram a palestrar durante toda a semana sobre as medidas de prevenção contra o abuso e a violência doméstica. Enviado por: Manoel Messias (Coordenador da Campanha)


O Pr. Ariosto Araújo, um dos Coordenadores da Campanha, pretende na próxima edição, ampliar o projeto para todas as escolas da cidade, tanto da Sede como da Zona Rural. “É preciso fazer alguma coisa e a Igreja não pode se calar diante de tanta violência. Eu estou em jogo, o nosso próximo está em jogo, as nossas famílias estão em jogo. Temos que denunciar qualquer tipo de abuso ou exploração humana”, afirmou. 

Segundo o Dr. Fernando, Juiz da Vara Cível da Comarca de Ribeira do Pombal, que esteve presente e abraçou o projeto, “A violência está predominando na sociedade brasileira e o projeto Quebrando o Silêncio vem ajudar, fazendo a tentativa de minorar a problemática da violência, porque não basta apenas reclamar, é necessário fazer alguma coisa. O movimento Quebrando o Silêncio está presente para alertar a toda a sociedade para que não aceite a violência. A Igreja adventista e Clube de Desbravadores estão tomando uma boa iniciativa”, disse. 

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!