Labels

sábado, 26 de outubro de 2013

Presidente do PT comenta eleições da Bahia e garante que decisão será 'conjunta'

Presidente do PT comenta eleições da Bahia e garante que decisão será 'conjunta'
Foto: Sergio Lima/Folhapress
Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, seguiu a mesma linha adotada pelos correligionários baianos, colocando o vice-governador Otto Alencar (PSD) como candidato ao Senador e quatro nomes na disputa para indicar o candidato à sucessão do governador Jaques Wagner (PT).  “Uma comissão indicada pelo diretório estadual em conjunto com o governo do Jaques Wagner vai escolher o candidato. São quatro: José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras, secretário de Planejamento da Bahia; Rui Costa, deputado federal licenciado, que é o secretário de governo da Casa Civil; Walter Pinheiro, senador da República, que já foi candidato; e o [Luiz Carlos] Caetano, que é ex-prefeito de Camaçari. São esses os pré-candidatos que disputam a indicação do PT. Até o final do ano é possível que essa comissão em conjunto com o governador faça definição dos nomes. Tudo indica que o vice-governador Otto Alencar participará da composição com a indicação para o Senado Federal”, afirmou Rui Falcão. Na entrevista, ele ainda declarou que a intenção do PT é trabalhar para crescer nos estados, com 12 candidatos a governador, com a pretensão de eleger dez e dobrar o número atual. “Nós governamos cinco Estados hoje. Mas em Sergipe já há um acordo para ceder o posto para o PMDB. Os quatro outros – Bahia, Acre, Distrito Federal e Rio Grande do Sul – nós pretendemos reelegê-los ou fazer o sucessor. E há outros Estados em que nós temos muita competitividade. São três: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. São três que nós disputamos para ganhar”, avaliou.

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!