Labels

terça-feira, 5 de novembro de 2013

De olho na sucessão baiana

15 dias depois, é o prazo de Geddel


Geddel: Candidato de oposição sai 15 dias após anúncio de petista escolhido
Segundo o pré-candidato a governador Geddel Vieira Lima (PMDB) em entrevista a Rádio Metrópole, o candidato da oposição que vai concorrer à sucessão de Jaques Wagner em 2014 deve sair "15 dias depois" que o candidato da base governista for escolhido. 

Apesar da promessa de união dos peemedebistas com o DEM e o PSDB na disputa, Geddel cutucou o ex-governador Paulo Souto, também cotado à vaga no Palácio de Ondina, ao comentar que o democrata não vislumbra outro mandato. “Tenho que levar em conta a sua seriedade, pois ele me disse que não pretende se candidatar”, afirmou. Ainda sobre a relação com o DEM, o pré-candidato reiterou que o prefeito de Salvador, ACM Neto, garantiu participação na campanha oposicionista, mesmo com a política de boa vizinhança que tem adotado com os petistas.

Pela primeira vez, Otto se coloca como candidato a Wagner


Embora sempre afirme que tem a intenção de disputar a eleição de 2014 para a vaga no Senado, o vice-governador da Bahia, Otto Alencar (PSD), deixou nas entrelinhas que pode, sim, ser o representante governista. Otto deixou claro que colocou o barco na direção do senado federal, mas mudanças no percurso podem fazer com que a embarcação siga outro rumo.

Me coloco como "candidato a governador" porque estou numa aliança, e o comando da aliança esta com o governador, são 13 ou 14 partidos e vai ser candidato aquele que conseguir agregar mais dentro  dessa estrutura partidária”, reavaliou o vice-governador.

Lídice e PSB deixam governo em Dezembro

A senadora Lídice da Mata finalizou as especulações sobre a permanência do PSB no governo petista para as eleições de 2014. “Nós sairemos em dezembro”.

No entanto, para Lídice, a saída do partido não significa o caminho para a oposição. “Apenas não serei candidata do governador e da base do governador”, afirma.  


Esta claro que a candidatura da senadora socialista representa o desejo do governador de Pernambuco Eduardo Campos, pré-candidato do partido a presidência.

Encontros Regionais, a aposta de Nilo

  Nilo discursando no Encontro de Barreiras (Foto: Bocão News)

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), tem defendido com veemência a sua condição como pré-candidato ao governo estadual em 2014. Embora faça “campanha” para a cabeça de chapa, o pedetista dificilmente rejeitaria um convite para a vaga de vice na chapa governista e para mostrar sua força política, Nilo aposta no "Encontros Regionais" que o partido começou a fazer.

Depois de promover o primeiro encontro na capital baiana, Nilo reuniu mais de 500 pessoas na Câmara Municipal de Barreiras no último Domingo (03) conforme divulgado pela assessoria do parlamentar, entre os presentes, dezenas de prefeitos, ex-prefeitos, representantes de associações e lideranças políticas do partido de toda a região, entre os elogios no oeste baiano, um foi destaca, o que Nilo tem cheiro de povo e tem grandes características de político, gestor e administrador, esses são fatores que refletem com certeza que sua candidatura será consolidada” segundo o vereador Carlos Tito, presidente da legenda em Barreiras. 

Fontes: Bocão News, Bahia Notícias e A Tarde Online

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!