Labels

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Incra/BA capacita profissionais e chega a 95 UMCs em 26 territórios de identidade


Mais seis municípios baianos têm servidores públicos que concluem, nessa sexta-feira (29/11), o curso para a implantação de Unidades Municipais de Cadastro. Desse modo, o Incra/BA terá, a partir da segunda-feira (02/12) 95 UMCs, atuando em 26 territórios de identidade na Bahia.

As novas UMCs serão nos municípios de Banzaê, São Francisco do Conde, Utinga, Taperoá e Heliópolis. Na capacitação, os profissionais aprendem como recepcionar, analisar e digitalizar documentações necessárias para emissão de Certificados de Cadastro de Imóvel Rural (CCIRs) para imóveis rurais com até quatro módulos fiscais, através do Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR).

O CCIR é um documento declaratório e gratuito, que os proprietários rurais precisam atualizar regularmente. O documento é exigido para desmembrar, arrendar, hipotecar, vender ou prometer em venda o imóvel rural e também para homologação de partilha amigável ou judicial. Sem esse documento, não é possível conseguir financiamento para a propriedade, por exemplo.

“Trata-se de um esforço para que se descentralizem as atividades do cadastro e os proprietários não precisem se deslocar para Salvador para obter o documento”, acrescenta o superintendente regional do Incra/BA, Luiz Gugé Fernandes, sobre a importância das UMCs.

Para o chefe da Divisão do Ordenamento da Estrutura Fundiária, Aroldo Andrade, as UMCs ajudam a suprir a necessidade de gestão do ordenamento da malha fundiária do estado da Bahia. “Ainda temos muitos municípios baianos para formar parcerias, mas o avanço no número de UMCs já é animador”, conclui.

Visibilidade

Já o servidor municipal de Banzaê, Bruno Matos, considera a implantação da UMC como uma maneira de se ter maior informação e poder orientar e facilitar a vida do produtor rural. “O município cresce em importância, pois podemos atender nossas demandas e de cidades vizinhas que ainda não possuem a unidade”, acrescenta. Fonte: Portal INCRA

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!