Labels

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Despedida de Padre Mário marca sua passagem em Banzaê


Eu estou ainda sem palavras sobre o que meus olhos viram neste domingo em Banzaê, foi algo de emoção dentro do coração de cada um que participou de todo evento em homenagem a despedida do amigo Padre Mário Gonella. Posso afirmar sem medo de errar que toda festividade ocorrida neste domingo entrou para história como um dos fatos mais marcantes e importantes do municípios ao longo desses quase 25 anos de emancipação política, veja:
 
Café da manhã

 Momentos durante o café da manhã (Foto: Facebook Pascom Banzaê)

As festividades do dia histórico começou pela manhã no Salão Paroquial onde Mário participou de um café da manhã organizado pela pastoral do Cursilho e que contou com a participação de outras pastorais da Sede como a Legião de Maria, o Terço dos Homens, a Pastoral da Criança e a PASCOM (Pastoral de Comunicação da Paróquia).
 
Arrastão
 
Os paroquianos do município começaram a se reunir no Bairro Bela Vista, onde de lá saíram em arrastão pelas principais ruas e avenidas com o pároco Mário em cima de um carro aberto ovacionando e abençoando os participantes e o povo que se encontrava nas vias da cidade, o arrastão ficou marcado pela emoção que cada um mostrava nos olhos durante o percurso e por que foi algo feito sem que ele o padre desconfiasse, afinal, ele só ficou sabendo da surpresa na hora.

O arrastão contou com a participação de carros, motos, ônibus, bicicletas e foi conduzido ao som da música "É missão de todos nós" do cantor católico Zé Vicente, uma música que Padre Mário sempre gostou e que foi a primeira que ele ouviu ao chegar em Banzaê, justamente no período das Missões Populares Diocesana no ano de 2003.
 
Missa Campal


O arrastão de louvor a Padre Mário encerrou em frente a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição com a celebração de uma Missa Campal Solene e as primeiras palavras do pároco a iniciar a celebração foram: "Hoje quero destacar duas coisas nessa celebração: Uma é o agradecimento por tudo que você me proporcionaram durante esses 10 anos" e a outra foi no O Ato Penitencial da celebração que se tornou o ponto mais marcante, pois nele Padre. Mário relembrou suas primeiras palavras como pároco onde ele disse: "Não que vocês me tenham como pároco, mas sim, como um pai, pois é isso que quero ser pra vocês", e foi nesse momento que ele fez um gesto muito marcante para os presentes, onde ele veio pedir perdão a todos, "se por acaso eu magoei alguém peço perdão. Eu com minha cabeça dura talvez tenha feito ou dito algo a alguém que de repente tenha machucado", nesse momento ele se ajoelhou, chorou e os presentes a missa o aplaudiu. 
 
Na homilia, ele relembrou de todos os grupos da Paróquia: Conselho Paroquial, Catequese, Ministros da Palavra e da extraordinários da Comunhão Eucarística, Cursilho, ao Zeladores, Animadores, Ornamentadores das Igrejas, aos grupos de Comunicação, aos Comerciantes, Professores, Funcionários da saúde e da limpeza pública, que mesmo sem tanta condição e reconhecimento fazem seu trabalho que deixa Banzaê uma cidade melhor e mais bonita. Ele agradeceu também  o trabalho realizados pelos Evangélicos, a qual ele o chamou de irmãos e disse que eles buscam e pregam o mesmo Deus, o mesmo Cristo Senhor". Por fim, ele agradeceu àqueles que trabalharam como secretários (as) paroquias: Glorivan Miranda, Cássia Matos, Lugiane Miranda, Josivan Ribeiro, Rodrigo e Fabrício Santos, Fernando e os atuais, Jéssica Bitencourt e Antônio Carlos, e falou um pouco de seu "sucessor", Padre João Nascimento, a qual ele lembrou da experiência que tiveram juntos nas comunidades da Paróquia de Banzaê quando João estava em fase para ser ordenado.
 
O final da celebração foi marcado pelas diversas homenagens dedicadas ao amigo do povo e de todos: Da mensagem feita por Jaciângela Oliveira e lida por Devid Matos, a música "Impossível de Esquecer" das cantoras Fernanda Brum e Eyshila e interpretada pelos jovens Allan Nascimento e Jackson Alves e a dança indígena feita pelos índios da Baixa da Cangalha e do Canta Galo, vários foram os momentos de emoção demonstrado pelos presentes, mais a Retrospectiva da vida de Mário lida pela professora Lindinalva Miranda, fez os presentes ficar em pé e aplaudi-lo bastante esse senhor que deixou sua obra e seu legado para sempre em nosso município.
 
Assim como o parceiro Josivan Ribeiro colocou no Blog Monte Nius, a qual eu peguei alguns trechos de sua matéria para fazer essa, eu vou colocar a Retrospectiva e Biografia de Mário Gonella de Deus aqui no Banzaê News quando estiver em mãos, Bruno Matos. 
 
Muitos aqui sempre chegaram, muitos chegam, muitos se vão, mais poucos serão lembrados para sempre pelo povo de Banzaê, e na lista dos poucos encontra Padre Mário Gonella, um servo de Deus, um amigo, um irmão, um pai e uma personalidade que entrou para sempre em nossa história. Fotos: Blog Monte Nius, mais fotos serão colocadas deste momento.

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!