Labels

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Dez secretários devem deixar governo de Wagner até dezembro‏


Pelo menos dez dos 26 secretários de Estado e outros dez políticos ocupantes de cargos no Executivo, com pretensão de disputar as eleições para deputado federal e estadual em 2014, deverão deixar o governo até o dia 31 de dezembro.

A legislação eleitoral diz que o prazo de desincompatibilização é de seis meses antes da eleição, marcada para 5 de outubro. Mas o governador Jaques Wagner (PT) já comunicou que quem for se candidatar terá de entregar o cargo no final deste ano.

Ao sugerir a antecipação da desincompatibilização aos secretários e demais integrantes do governo, Wagner justificou: "(A intenção é) preservar o equilíbrio da disputa eleitoral". 

Entre os secretários que já confirmaram que vão disputar a Câmara dos Deputados, estão os secretários petistas Jorge Solla, da Saúde, e Robinson Almeida, de Comunicação.

Também já confirmaram que vão concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa os secretários Eduardo Salles (PP), da Agricultura; Wilson Brito (PP), da Integração Regional;  e Paulo Câmara (PDT), da Ciência e Tecnologia.

Ainda sem definição e na condição de potenciais candidatos está a secretária de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Moema Gramacho (PT). Se disputar, a ex-prefeita de Lauro de Freitas deverá entrar na coligação para deputado estadual. O secretário do Turismo, Domingos Leonelli (PSB), também não fechou questão, mas pode disputar a Câmara Federal,  Cícero Monteiro (PT) do Desenvolvimento Urbano, é potencial candidato a deputado federal. Almiro Sena (PRB), da Justiça; Ney Campello (PCdoB), da Secopa; e Elias Sampaio (PT), da Promoção da Igualdade, poderão disputar uma vaga na Assembleia.
 
Além dos secretários (as), poderão disputar a Eleição os assessores (as) Coronel Serpa (conversa com o PR) Comandante da PM em Jequié, Olívia Santana (PCdoB), Clóvis Ferraz (PSD), Pedro Alcântara (PR), Alfredo Boa Sorte (PCdoB), Bobô (PCdoB), Davidson Magalhães (PCdoB)  e José Maria (PT).

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!