Labels

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

BA 388: Mais de seis meses e nada mudou. Será preciso a segunda paralisação?

 Foto no dia da Paralisação na BR 110 (Agosto de 2013)

O novo artigo do Banzaê News traz mais uma vez algo a respeito das péssimas condições da BA 388, a BA que liga Banzaê a BR 110 (Ribeira do Pombal), a mesma a qual foi prometido uma Reforma Total em agosto do ano passado, porém seis meses se passaram e neste novo artigo assinado pelo parceiro Josivan Ribeira do Blog Monte Nius e adaptado por minha pessoa, o mesmo pergunta:  Será preciso a segunda paralisação?

Nos dias 15 e 16 de agosto de 2013, os munícipes de Banzaê e Ribeira do Pombal interditaram duas vias que dão acesso às sedes dos dois municípios com o objetivo de protestar contra as péssimas condições que se encontra a BA 388 que liga os dois municípios ligando as suas respectivas Sedes através da BR-110 nas proximidades do km 170.
  No dia 15 os manifestantes contaram com a participação dos índios Kiriri da aldeia de Mirandela, e no dia 16 a paralisação se deu no entroncamento da Nova Esperança e durou cerca de quase 6 horas causando um congestionamento de quase 25 km. 

Como todos sabem, a paralisação pacífica, sem apelar pra nenhum recurso que seja agressiva à ordem pública ou à natureza e o movimento contou com o apoio das polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal, os quais estavam mediando as negociações com os manifestantes e o poder publico.
  Na ocasião apareceu a Deputada Fátima Nunes (PT) e garantiu que iria tomar as devidas providências e cobrar do Governo do Estado, SERIN e DERBA prioridade e urgência para as obras de "Restauração total da BA" (Veja o vídeo). Vasculhando o portal da ALBA - Assembleia Legislativa da Bahia, encontra-se duas matérias (notícia 01; notícia 02) onde fala que a deputada solicitou em caráter de urgência o que prometeu a todos na manifestação.

Mais o que se percebe é que a deputada nunca teve voz ativa perante o Governo apesar de ser uma deputada do PT, diferente de aliados hoje do governo como o Deputado Federal José Nunes (ex. DEM e carlista, e agora PSD e aliado ao PT), afinal, ele conseguiu e rápido o asfalto da BA 220 entre Euclides da Cunha e o Povoado Aribicé, trecho de 30 Km.
  O governador já inaugurou asfaltamento em várias BA, e recentemente assinou a Reforma da do trecho da BA 220 que liga Monte Santo à Euclides da Cunha. E nossa BA, a 388, quando ele virá assinar o inicio da obra? Será preciso a segunda paralisação?
  É sempre bom lembrar que na manifestação em agosto, o representante da SERIN, Dr. Pial, garantiu que daria uma resposta sobre a situação de nossa BA em até 15 dias via e-mail, porém, fomos enganados mais uma vez e a resposta nunca chegou. 

Eu [Josivan Ribeiro] preocupado com o não compromisso por parte dele, liguei quatro vezes por telefone e nunca tive retorno: duas estava em reunião, e duas não se encontrava na SERIN, ou seja, não se encontrava no local de trabalho na hora do trabalho.
  Recentemente fui procurado por pessoas que participaram da manifestação em agosto que desejam fazer uma nova paralisação, e que a mesma seja com com prazo indeterminado de encerramento, ou seja, só encerrar quando a obra for assinada perante o povo os representantes do manifesto, e ai é que vem minha pergunta... Será preciso a segunda paralisação?

Será que com a realização de uma nova, o povo terá uma reposta satisfatória? Ou será que o povo continuará sendo enrolado por esse Governo? Eu [Josivan Ribeiro] defendo uma nova paralisação, muitos amigos defendem, o povo defende, Bruno Matos aqui do Banzaê News defende, vamos fazer?
  Lembrando que a mesma enrolação do esquema tapo-buraco com material de péssima qualidade, continua sendo feita no trecho do município de Banzaê, porém, fica tapando por trechos, ou seja, um trecho aqui, outro lá e por ai vai. 

Mais pelo tempo que começou, parece que eles estão fazendo uma BR que vai cortar todo o País. Por Josivan Ribeiro e adaptado por Bruno Matos Cezar

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!