Labels

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Especial Copa "Paixão de um Povo"


Em pleno período fascista, a Itália organizou a segunda edição da Copa do Mundo. A Copa de  1934 e que teve como campeã ela própria. Chamou muita atenção na ocasião, o modo italiano ao entrar em campo para os jogos, em todos a Seleção Azzurra fazia  saudações fascista. Ao todo, 16 seleções disputaram este Mundial no sistema "mata-mata", veja como foi:
 
 Os campeões

Diferente do primeiro Mundial em 1930, a classificação para o Mundial de 1934 foi através da disputa de Eliminatórias.
 

Seleções participantes:
Alemanha | Argentina | Áustria | Bélgica | Brasil | Egito
Espanha | Estados Unidos | França | Holanda | Hungria
Itália | Romênia | Tchecoslováquia | Suécia | Suíça

Seleções estreantes: 10 Seleções (63%) estrearam na competição neste edição, sendo 9 da Europa, Alemanha, Áustria, Espanha, Holanda, Hungria, Itália, Tchecoslováquia, Suécia e Suíça, e uma da África, o Egito.

Curiosidades

Eliminatórias: 34 seleções
Classificados automaticamente: Nenhuma, a Itália foi obrigada a jogar as Eliminatórias mesmo sendo o país sede. O Uruguai (1º campeão), se recusou a participar do Mundial.
Sede: Itália Campeão: Itália  (1º título) Jogos: 17 Gols: 70 Média de gols: 4,12 Público: 395.000 Média de público: 23.235 Artilheiro: Oldrich Nejedly (Tchecoslováquia) - 4 gols
 
 Delegação Brasileira

O Brasil na Copa de 1934: Eliminado na Primeira Fase - 14º lugar
1 jogo | 1 derrota | 1 gol a favor e 3 gols sofridos | saldo de gols -1
Delegação Brasileira: Ariel, Armandinho, Attila, Waldemar de Britto, Canalli, Carvalho Leite, Germano, Leônidas, Luisinho, Luiz Luz, Martim, Octacílio, Patesko, Pedrosa, Sylvio Hoffmann, Tinoco, Waldyr e Técnico Luiz Augusto Vinhares.

Outras Curiosidades: 

Entre os "oriundi" (jogadores estrangeiros) da seleção italiana estava Amphilóquio Marques, o Filó, ex-jogador do Corinthians. Apesar de ser reserva, e não ter jogado nenhuma partida, Filó pode ser considerado o primeiro brasileiro vencedor de uma Copa do Mundo.

A CDB (atual CBF) com Sede no Rio de Janeiro brigou com a Liga Paulista que não liberou seus jogadores para a Copa. A derrota "carioca" na Copa de 1934 levou uma multidão a comemorar em frente aos jornais paulistas.

Na próxima publicação do Especial Copa "Paixão de um Povo", vamos ficar por dentro da Copa do Mundo de 1938 na França. Curta uma pouco mais sobre a Copa de 34 AQUI

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!