Labels

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Especial Copa "Paixão de um Povo"


Depois da Itália em 1934, o velho continente foi responsável por mais uma realização de Copa do Mundo e as 16 Seleções participantes disputaram o terceiro mundial da história na França. A escolha da França por sua vez, causou revolta aos sul-americanos, pois os mesmos achavam que deveria haver rodízio entre a Europa e América do Sul. Isso levou Uruguai e Argentina a não participarem da competição.
 
 Os Bi Campeões

Apenas Brasil e Cuba representaram o continente Americano e o sistema de disputa foi em "mata-mata" assim como em 1924, veja como foi:
 

Seleções participantes:

 
Alemanha | Bélgica | Brasil | Cuba | França | Holanda
Hungria | Índias Holandesas | Itália | Noruega | Polônia
Romênia | Suécia | Suíça | Tchecoslováquia

Seleções estreantes: 4 Seleções (27%) estrearam na competição neste edição,  Cuba, Índias Holandesas (atual Indonésia), Noruega e Polônia, sendo apenas Cuba não Europeia.

Curiosidades

Eliminatórias: 36 seleções
Classificados automaticamente: Itália (última campeã) e França (País Sede)
Sede: França
Campeão: Itália - Primeira Seleção Bi Campeã consecutiva
Jogos: 18
Gols: 84
Média de gols: 4,67
Público: 483.000
Média de público: 26.833  
 
 Leônidas, o Diamante Negro do Brasil

Artilheiro: Leônidas da Silva (Brasil) - 8 gols, o Diamante Negro do futebol brasileiro também foi o melhor jogador daquela Copa.
 
Delegação Brasileira


O Brasil na Copa de 1938 : 3º lugar5 jogos 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota 14 gols a favor e 11 gols sofridos saldo de gols +3. 
 
Delegação Brasileira: Afonsinho, Argemiro,Batatais, Brandão, Britto, Domingos da Guia, Hércules, Jau, Leônidas, Lopes, Luisinho, Machado, Martim, Nariz, Niginho, Patesko, Perácio, Roberto, Romeu, Tim, Walter, Zezé Procópio, Técnico Adhemar Pimenta.

Depois das participações ruins em 1930 e 1934, a seleção brasileira finalmente mostrou sua força na Copa do Mundo 1938. O Brasil conquistou a terceira colocação, perdendo apenas para a campeã Itália, em jogo no qual Leônidas da Silva, o Diamante Negro, não participou por estar machucado. A seleção brasileira fez sua estreia em jogo emocionante contra a Polônia, o qual terminou 4x4 no tempo normal e foi vencido pelos brasileiros por 6x5 na prorrogação. Depois, contra a Tchecoslováquia, houve empate de 1x1 no tempo normal e prorrogação, o que levou a um jogo desempate vencido pelo Brasil por 2x1. Depois da derrota por 2x1 para a Itália na semifinal, o Brasil conquistou a terceira colocação com vitória de 4x2 sobre a Suécia. Leônidas da Silva foi o artilheiro da Copa do Mundo 1938 com 7 gols, e eleito o melhor jogador da competição. 
 
Outras Curiosidades: 
 
A Copa do Mundo 1938 foi a primeira na qual o país anfitrião (França) e o defensor do título (Itália) se qualificaram automaticamente. Aos defensores do título foi dada qualificação automática até a Copa do Mundo de 2006, quando isso foi abolido.
 
A partir da Copa de 1938 foram necessárias eliminatórias para a fase final devido ao interesse massivo dos países. Para a Copa da França 36 países disputaram as 16 vagas da competição.
 
Em 1938, a Áustria, que tinha seu melhor time em anos, foi anexada à Alemanha nazista. Mesmo com os jogadores cedidos, os alemães foram eliminados na primeira fase para a Suíça. O judeu Mathias Sindelar, um dos craques da extinta seleção austríaca, se recusou a defender uma seleção anti-semita. Sindelar cometeu suicídio após a Copa do Mundo. 
 
Na próxima publicação do Especial Copa "Paixão de um Povo", vamos ficar por dentro da Copa do Mundo de 1950 no Brasil, a Copa em que nossa Seleção perdeu para o Uruguai em pleno Maracanã mais com mais de 200 mil telespectadores. Curta uma pouco mais sobre a Copa de 38 AQUI

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!