Labels

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Com presença de Dilma, metrô de Salvador é inaugurado

Demorou, mas chegou. No dia de ontem os soteropolitanos tiveram o gostinho de andar no metrô da capital baiana, que ficou pronto após 14 anos em obras. 


O sistema foi inaugurado com uma volta simbólica, em trens conduzidos por duas mulheres, acompanhada pela presidente Dilma Rousseff, o governador Jaques Wagner e o prefeito ACM Neto. 

Mesmo liberado para a população em fase de testes, chamada de Operação Assistida, os 7,3 quilômetros de percurso ainda não estão completamente disponíveis. 

O trecho de acesso a uma das estações, no Retiro, está concluída, mas só vai operar a partir de julho, quando as linhas e a plataforma passarem por testes. 

A população poderá utilizar o sistema, sem pagar nada, das 12h às 16h durante o mês de junho. Até o final da Operação Assistida, no dia 15 de setembro, o funcionamento terá horário modificado. Veja abaixo:


As obras da Linha 2 estão previstas para concluir em 2017 e segundo a presidente Dilma, os recursos para conclusão da Linha 1 estão garantidos. "Hoje pra mim é uma dia histórico em Salvador. Nós estamos lançando o metrô calça comprida. Ele tinha um tamanho e estamos aumentando significativamente, porque vamos até Cajazeiras", disse durante o discurso de lançamento. 

Também estiveram no local o senador Walter Pinheiro, o deputado Marcelo Nilo, Otto Alencar e ministro de Transportes, César Borges.

Durante a inauguração oficial, o prefeito de Salvador ACM Neto lembrou do acordo que viabilizou a conclusão das obras da Linha 1. "Assim que fui eleito prefeito, iniciei entendimentos com o governador para destravar esse nó do metrô de Salvador. Uma novela que se estendia há muitos anos e havia gerado um grande descrédito na população", celebrou.

O governador Jaques Wagner também comemorou a parceria e a entrega do sistema. "Nossa equipe realmente foi rápida. Em abril assinamos com a prefeitura e em novembro botamos a licitação na rua. A CCR pegou o touro a unha e comprou a briga que queríamos que comprassem". Ainda de acordo com Wagner, o objetivo era cumprir o prazo e inaugurar o metrô na data prevista. "Cravamos que queríamos o dia 11 de junho para ter o gostinho de rodar antes da Copa. Quero pedir aos trabalhadores que mostrem que baiano é bom de serviço. Que veste a camisa, abraça a oportunidade e pega junto do serviço", disse Wagner. Fonte: Correio da Bahia

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!