Labels

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Espanha é a quinta campeã a ser eliminada na 1ª fase

 Chilenos comemoram triunfo que garantiu a classificação e a eliminação espanhola do Mundial (Foto: Veja)

Os deuses do futebol aprontaram de novo. Mais um campeão do mundo dá adeus à Copa em que defendia o seu título. A derrota para o Chile por 2 a 0, nesta quarta-feira, no Maracanã (parece que o estádio não dá mesmo sorte aos comandados de Vicente Del Bosque), obrigou a Espanha a fazer as malas mais cedo e voltar para casa. Justiça seja feita, o fracasso faz com que os espanhóis se juntem a um grupo de respeito.

Esse foi o terceiro jogo importante na Fúria no Maracanã e a terceira derrota, sendo todas para Sul-americanos, no Quadrangular da Copa de 1950 aqui no Brasil, a Seleção venceu por 6 a 1 os espanhóis, na final da Copa das Confederações ano passado, a mesma Seleção canarinho venceu eles por 3 a 0 e ficou com o título e agora foi a vez do Chile. 

ITÁLIA EM 1950 - É verdade que a seleção italiana de 1950 não tinha nenhum integrante do time campeão (aliás, bicampeão) de 1938. Mas, de qualquer forma, o país detinha o título. Passada a Segunda Guerra Mundial, os italianos chegaram sem grandes pretensões ao Brasil. E foram eliminados após derrota para a Suécia (3 a 2) e vitória sobre o Paraguai (2 a 0). Como suecos e paraguaios empataram por 2 a 2, a Azzurra ficou pelo caminho.

BRASIL EM 1966 - Na Copa da Inglaterra, os bicampeões tentavam o tri, com uma equipe repleta de veteranos de 1958 e 1962 e algumas caras novas - que só se consolidariam na seleção quatro anos mais tarde, como Jairzinho, Gerson e Tostão. Após um começo até razoável (2 a 0 na fraca Bulgária), duas derrotas (ambas por 3 a 1, diante de Hungria e Portugal) e uma eliminação precoce e dolorida.

FRANÇA EM 2002 - Poucas eliminações foram tão festejadas no Brasil quanto esta. Algozes da seleção na final de 1998, no Stade de France, os franceses conseguiram uma segunda façanha (a primeira, convenhamos, fora o título quatro anos antes): Zidane, Trezeguet e cia. acabaram eliminados da Copa do Japão e da Coreia do Sul com duas derrotas (1 a 0 para Senegal e 2 a 0 para a Dinamarca) e um empate (com o Uruguai), sem fazer um mísero gol.2

ITÁLIA EM 2010 - Buffon, Cannavaro e Pirlo (este entrou apenas no terceiro jogo), líderes da campanha de 2006, na Alemanha, bem que tentaram evitar o pior - no caso, a "bivergonha" italiana. Mas não houve jeito. A Azzurra patinou nos gramados da África do Sul e embarcou de volta ao final da primeira fase. Na bagagem, empates em 1 a 1 com Paraguai e a fraca Nova Zelândia e derrota para a Eslováquia, por 3 a 2.

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!