Labels

terça-feira, 10 de junho de 2014

PMDB aprova apoio a Dilma e PTdoB a Aécio

Dilma Rousseff cumprimenta o presidente da Câmara, Henrique Alves, ao lado de Michel Temer e Renan Calheiros durante a convenção do PMDB (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr) 
Dilma Rousseff cumprimenta o presidente da Câmara, Henrique Alves, ao lado de Michel Temer e Renan Calheiros durante a convenção do PMDB (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)
 
O PMDB decidiu nesta terça-feira (10), em convenção nacional, apoiar a candidatura da presidente Dilma Rousseff na eleição de outubro, reeditando a chapa que tem Michel Temer como vice-presidente da República. Foram 398 votos a favor (59,13%), 275 contrários (40,87%) e 64 votos brancos, nulos e ausentes, segundo a assessoria do PMDB.

Ao discursar após a divulgação do resultado, Temer afirmou que "o placar foi ótimo, na medida certa". "Eu até disse que não há vencedores nem perdedores. O que se tem é uma coisa certa, que nós precisamos trabalhar", afirmou.

Dilma, por sua vez, agradeceu ao PMDB pelo apoio e elogiou o vice pela articulação dentro do partido aliado. O papel do Temer nesse processo foi inestimável. Ele articulou consensos em todas as circunstâncias. Eu acredito que ele sabe aproximar as pessoas, ele sabe unir e desarmar os espíritos", disse a presidente.

Aécio Neves, de braços cruzados, ao lado do governador Alberto Pinto Coelho, e do presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Léo Burguês (Foto: Raquel Freitas/G1) 
Aécio Neves participando a Convenção (Foto: Raquel Freitas/G1)

O PT do B oficializou nesta terça-feira (10), em convenção nacional em Belo Horizonte, o apoio do partido ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) na eleição presidencial deste ano.

Aécio participou da convenção e classificou o PT do B como “enorme parceiro”. O partido tem uma bancada de três deputados federais na Câmara.

Na convenção, o senador fez um rápido discurso, no qual atacou o governo e disse que “nunca esteve tão perto [o momento] de Minas Gerais voltar a governar o Brasil”.
“É fundamental que nós encerremos esse ciclo de governo do PT, que governou de costas para Minas Gerais”, afirmou.

De acordo com o presidente nacional do PT do B, o deputado federal Luíz Tibé (MG), o apoio ao tucano estava definido desde a última semana. Fonte: G1

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!