Labels

segunda-feira, 30 de junho de 2014

PSDB anuncia Aloysio Nunes como candidato a vice na chapa de Aécio e DEM confirma apoio

Aécio Neves, Aloysio Nunes, PSDB, convenção (Foto: Beto Nociti/Futura Press/Estadão Conteúdo) 
Aécio com Aloysio durante reunião na qual o senador paulista foi anunciado como candidato a vice-presidente na chapa tucana (Foto: Beto Nociti/Futura Press/Estadão Conteúdo)
 
O PSDB anunciou nesta segunda-feira (30), após reunião de dirigentes do partido em Brasília, a escolha do senador Aloysio Nunes (SP) como candidato à Vice-Presidência na chapa de Aécio Neves.
Com a decisão, o partido forma uma chapa "puro-sangue" (candidatos a presidente e vice do mesmo partido) e "café com leite" (um mineiro e um paulista) – na República Velha (até 1930), paulistas (produtores de café) e mineiros (de leite) se revezavam na Presidência da República.

A decisão do PSDB visa agregar o partido, já que Nunes é do grupo do ex-governador José Serra, cuja candidatura a presidente chegou a ser cogitada, e também reforçar o nome de Aécio Neves em São Paulo.

DEM confirma apoio

Convenção nacional do DEM confirmou apoio à candidatura de Aécio Neves à Presidência (Foto: Priscilla Mendes / G1) 
Convenção nacional do DEM confirmou apoio à candidatura de Aécio Neves à Presidência (Foto: Priscilla Mendes / G1)

 No mesmo dia, o partido Democratas oficializou o apoio à candidatura de Aécio. A aliança, acertada há meses pelos dois partidos, principais opositores do governo petista, foi aprovada por aclamação dos dirigentes durante convenção nacional do partido em Brasília. 

Tradicional parceiro dos tucanos em eleições presidenciais, o partido que até 2007 se chamava Partido da Frente Liberal – PFL), só havia deixado de indicar o candidato a vice do PSDB em 2002, quando José Serra escolheu a ex-deputada Rita Camata, então no PMDB, para o posto. Nas demais candidaturas tucanas (1994, 1998, 2006, como PFL, e em 2010, como DEM), a sigla indicou os candidatos a vice dos tucanos. Somente na primeira eleição direta após a ditadura, em 1989, o partido participou da disputa com candidato própria (Aureliano Chaves).

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!