Labels

domingo, 26 de outubro de 2014

Em pronunciamento, Dilma agradece Lula e diz que primeira reforma será a política

A presidente reeleita, Dilma Rousseff (PT), começou o seu pronunciamento em Brasília com um agradecimento ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem ela chamou de “o militante número 1 das causas sociais”. Logo após, cumprimentou o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), e os presidentes dos partidos da sua coligação. “Chegamos ao final de uma disputa eleitoral que mobilizou intensamente todas as forças do nosso país. Como vencedora, eu tenho simultaneamente palavras de agradecimento e de conclamação”, classificou. Dilma disse não acreditar que as eleições “dividiram o país no meio” e sim permitiram visões contraditórias que buscariam um “melhor futuro para o nosso país”. Ter certeza de que, a partir de agora, ocorrerá um debate que possa chegar a um consenso. “Minhas primeira palavras são, por tanto, um chamamento da paz e da união”, definiu, ao prometer que seu primeiro compromisso será o “diálogo”. “Toda eleição é uma forma de mudança, principalmente para nós, que vivemos em uma das maiores democracias do mundo [...] Por isto, quero ser uma presidenta muito melhor do que fui até agora”, garantiu. A petista diz estar pronta para a convocação popular, que liderará as grandes causas populares e garantiu, ainda, que a primeira mudança que fará será a reforma política. “Meu compromisso, como ficou claro durante toda a campanha, é deflagrar esta reforma", afirmou Dilma. A presidente também reiterou que irá combater a corrupção em seu segundo governo, "fortalecendo as instituições de controle e propondo mudanças na legislação atual pra acabar com a impunidade".

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!