Labels

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

MUNDO: POLÍCIA FRANCESA IDENTIFICA TRÊS SUSPEITOS DE ATAQUE QUE DEIXOU 12 MORTOS


Cherif Kouachi foi condenado em 2008 a 18 meses de prisão sob acusações de terrorismo

Policiais franceses identificaram três homens como suspeitos em um ataque contra a redação da revista Charlie Hebdo, que matou 12 pessoas em Paris.

Dois policiais nomearam os suspeitos como os franceses Hayd Kouachi e Cherif Kouachi, irmãos na faixa dos 30 anos, além do jovem de 18 anos Hamyd Mourad, cuja nacionalidade não ficou imediatamente clara e que seria sem-teto. Um dos policiais disse que eles estavam ligados a uma rede terrorista do Iêmen. Eles falaram sob condição de anonimato porque não foram autorizados a discutir publicamente a investigação.
Cherif Kouachi foi condenado em 2008 a 18 meses de prisão sob acusações de terrorismo por ajudar combatentes da insurgência no Iraque. Não foi confirmada qualquer prisão na busca pelos atacantes. O episódio de hoje é o ataque com maior número de mortes na França em meio século.
Crime
Milhares de franceses fizeram manifestações pacíficas nas ruas de Paris. Segundo a polícia, mais de 15 mil pessoas tomaram as ruas.As manifestações tomaram as ruas de cidades do interior da França, como Lille, Lyon e Marselha, e em outras capitais europeias como Bruxelas, na Bélgica, Berlim, na Alemanha, e Londres, na Grã-Bretanha.



A polícia francesa informou que os atiradores mataram uma pessoa enquanto seguiam para a sede do jornal Charlie Hebdo. Lá, eles abriram fogo e mataram oito jornalistas, um segurança e um visitante que estavam na redação. Um policial foi morto em troca de tiros quando os atiradores deixavam o prédio. Outras 11 pessoas ficaram feridas. Fonte: Correio

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!