Labels

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Amarelou: Brasil perde torcida e jogo para a Colômbia, e Neymar suspenso

Murillo comemora o gol que garantiu a vitória da Colômbia em Santiago (Foto: Reuters)

A camisa do Brasil era azul. Quem vestiu amarelo foi a Colômbia. O estádio do Colo-Colo, que costuma ficar preto e branco, ou vermelho nos jogos do Chile, também estava todo amarelo, em tom colombiano. E Neymar? Um cartão amarelo, seu segundo na Copa América, já o tiraria da partida de domingo contra a Venezuela, mas, ao término da partida, o camisa 10 acertou bolada em Armero, se envolveu em confusão com Murillo e Bacca, e acabou expulso. Quanta amarelada... A Seleção também amarelou? Não. Apenas não foi capaz de superar um adversário que, bem-vindo aos novos tempos, se encontra no mesmo nível e mereceu a vitória por 1 a 0.

Não fosse a placa com o nome da cidade de Santiago no centro do campo, e nada diferenciaria a “cancha” de um estádio colombiano. Com uma torcida enlouquecida, absoluta maioria do público de 44.008 pessoas e gentil no aplauso ao hino brasileiro e no silêncio em respeito a Zito, James, Cuadrado e companhia sentiram-se em casa. Foi a primeira derrota da seleção brasileira nesta nova era Dunga, depois de 11 vitórias consecutivas.

Depois do apito final, Neymar voltou a mostrar nervosismo e piorou uma noite que já era decepcionante. Primeiro, acertou uma bolada em Armero. Depois, tentou dar uma cabeçada em Murillo, e deu início a uma grande confusão. Bacca saiu em defesa com companheiro e empurrou forte o brasileiro. Robinho veio em seguida e rasgou a camisa do atacante colombiano. Que tumulto! No fim, Neymar e Bacca acabaram expulsos.
 Agora, Seleção terá que definir sua vida na Copa América no próximo domingo. Brasil, Colômbia e Venezuela (que enfrenta o Peru nesta quinta-feira) têm três pontos. Os dois primeiros colocados do Grupo C avançam, além dos dois melhores terceiros do torneio. Fonte: Globo Esporte.com 

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!