Labels

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

kiriris recebem selo indígena de qualidade


Os índios Kiriri, do município de Banzaê, foram contemplados com o Selo Indígena de Qualidade. Eles trabalham com artesanato e desenvolveram novas técnicas e melhoraram muito ao longo desse tempo a qualidade de seus produtos, e por isso, foi a primeira comunidade a receber o selo. 

Os Kiriris trabalham também na fabricação de biscoito, polvilho, farinha de mandioca, e na agricultura familiar, entre outros. O outro colocado foi a Tribo dos Índios Kaingang, do sul do país, que foram os primeiros do Brasil a receber esse selo. A jurisdição de Paulo Afonso agrega  20 etnias, entre Pernambuco e Bahia, o que dá em torno de mais de 52 mil indígenas.



Selo de identificação de origem foi instituído pela Funai e pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), no âmbito da Política Nacional de Gestão Ambiental e Territorial de Terras Indígenas (PNGATI), com o objetivo de identificar e valorizar a origem dos produtos advindos da agricultura familiar indígena. 

Segundo Carlos, Coordenador da Funai em Paulo Afonso, "esse é um trabalho que vem sendo desenvolvido ao longo do tempo, ou seja, é um trabalho de auto sustentabilidade. e o selo veio devido a esse trabalho, um trabalho articulado com os parceiros MDA e Governo Federal. Não poderia deixar de falar do Governo Estadual, que tem dado apoio incondicional às comunidades indígenas. Esse selo tem grande importância, além de dar notoriedade aos produtos dos índios, de qualificá-los, eles (indígenas) também terão descontos de impostos, ficando isento de pagarem impostos estadual e federal, tudo isso através desse selo. Redação de Vânia Márcia.

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!