Labels

terça-feira, 19 de abril de 2016

Sem dinheiro para manter o sistema de saúde da Bahia


O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Villas-Boas, afirmou em reunião da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB), realizada na semana passada em Salvador, que a Sesab não terá dinheiro para manter o sistema que construíram para garantir o amplo acesso a saúde a população.

Villas-Boas revelou, que é “preciso rever os custos, é preciso ter cuidado com cada real que é aplicado para que a gente possa manter as UPAs [Unidades de Pronto Atendimento] abertas, manter as emergências abertas, manter os hospitais funcionando, para não fechar enfermarias, para pagar os funcionários em dia e continuar ofertando a saúde que a população merece, mas a gente não tem a capacidade de oferecer, na quantidade, na qualidade que nós gostaríamos”.



Ele disse ter esperança [não convicção] de nos próximos meses, com a resolução da crise política, o estado possa ter mais energia dedicada a repensar a forma de financiamento do Sistema de Saúde, e “obter dos excelentíssimos senhores, deputados e senadores, um pouco mais de bom senso e compreensão da necessidade de nós encontrarmos uma forma de alimentar o sistema, que estão com as fontes já, constitucionalmente, desfeitas”, afirmou.

O secretário ainda informou que a pasta tem feito um esforço para “reduzir ao máximo as margens dos nossos contratos com fornecedores, negociando, revendo gastos, revendo investimentos, para que nós possamos manter o sistema de pé e honrar o que foi compromisso do governador no ano passado”.  Fonte: Municipios Baianos

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!