Labels

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Dinheiro da repatriação nos municípios da região

EM BANZAÊ TEM!

A Receita Federal informou na terça-feira, 1.º de novembro, que o programa de regularização de ativos no exterior, também conhecido como repatriação de recursos, trouxe de volta à economia brasileira R$ 169,9 bilhões. Desse total, foram arrecadados R$ 50,9 bilhões, referentes ao Imposto de Renda (IR) e multa da formalização dos valores. O prazo para regularizar os ativos encerrou no dia 31 de outubro.

A CNM elaborou uma projeção dos valores brutos destinados aos Municípios. Ou seja, sem o desconto de 20% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Um pequeno montante de R$ 332 milhões de repatriação já foi pago no último decêndio de outubro. A expectativa é de que os valores restantes sejam repassados às prefeituras até o segundo decêndio de novembro, juntamente aos valores normais repassados de FPM.

Confira abaixo os valores municípios da região: Adustina, R$ 1.033.673,91; Antas, R$ 1.033.673,91; Banzaê, R$ 861.394,93; Cícero Dantas, R$ 1.378.231,88; Cipó R$ 1.033.673,91; Euclides da Cunha, R$ 1.895.068,84; Fátima, R$ 1.033.673,91; Glória, R$ 861.394,93; Heliópolis, R$ 861.394,93; Inhambupe, R$ 1.550.510,87; Itapicuru, R$ 1.378.231,88; Jeremoabo, R$ 1.550.510,87; Nova Soure, R$ 1.205.952,90; Novo Triunfo, R$ 861.394,93; Olindina, R$ 1.205.952,90; Paripiranga, R$ 1.205.952,90; Paulo Afonso, R$ 2.928.742,75; Quijingue, R$ 1.205.952,90; Ribeira do Amparo, R$ 861.394,93; Ribeira do Pombal, R$ 1.895.068,84; Sítio do Quinto, R$ 689.115,94; Tucano, R$ 1.895.068,84. Pesquisa do Joilson Costa no site da CNM. 

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!