Labels

sábado, 1 de julho de 2017

É celebrada Missa de bodas de prata sacerdotal de Padre Wilton em Banzaê


SUPERMERCADO VITÓRIO

Em um clima de festa e muita alegria pelo reencontro, foi assim marcada a celebração que aconteceu na Igreja Matriz de nossa Senhora da Conceição em Banzaê, hoje, no dia de São Pedro, para celebrar os 25 anos sacerdotal do Pe. Wilton Araujo, que, ainda, está atuando na Espanha, mas que veio para o Brasil para fazer essa festividade junto com familiares, amigos e (ex) paroquianos. A Missa foi concelebrada por Pe. João - pároco local.

Após a saudação inicial da Santa Missa, ele disse que não podemos ignorar as coisas que Deus tem nos dados. Mas em meio a tudo isso ele destacou a importância, pois este é maior presente de Deus para nós em nossa vida. Muitas pessoas várias comunidades da paróquia vieram para prestigiar e celebrar momento de suma importância.

Pe. Wilton foi o segundo pároco de Banzaê depois que passou a se tornar paróquia ao se desmembrar de Ribeira do Pombal em 17 de agosto de 1992, que teve sua posse em 1997 a 2001, quando sucedeu Pe. José Ramos.



Fotos: Grupo PASCOM -Banzaê

Em sua homilia destacou que o sacerdócio como uma forma de levar as pessoa a Deus através de suas atitudes. Algo que resumiu toada a sua pregação, foi o amor, que muito além de sentimentos dever ser ato, e dinamizou isso com um refrão de uma música de Zezé de Camargo e Luciano: "é o amor, que mexe com minha cabeça e me deixa assim, e faz eu pensar em você e esquecer de mim", para dá ênfase ao tipo de amor vivido pelas mães para com os seus filhos. Assim também é o amor Deus, sem trocas, mas com total gratuidade e indistinção. "Você não precisa ser bom para ser amado por Deus, porque deus ama sem trocas e sem medidas", disse ele. "Amor" é também o tema de sua tese de mestrado em psicologia que está defendendo na Espanha, e ele falou da alegria que sente em ter passado, basicamente sua vida toda presente em uma sala de aula, tanto como aluno, como professor.

No encerramento, nas homenagens, a professora Cássia Matos fez uma mensagens relembrando os momentos das principais atuações do Padre enquanto esteve na Paróquia. E ele aproveitou a oportunidade para relembrar o início de sua caminhada desde quando se tornou diácono em Paulo Afonso, onde assumiu no BTN (Bairro Tancredo Neves) a Paróquia Sagrada Família (a primeira). A animação da Missa contou a presença de Izael, com quem teve um longa história pastoral desde a PJ (Pastoral da Juventude). E como lembrança, Pe. Wilton ganhou uma Estola, paramento principal usado pelos padres. Fonte: Blog Monte Nius

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!