Labels

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Professores da rede municipal de ensino paralisam atividades em Tucano

Na manhã de terça-feira, 19 de dezembro 2017, aconteceu no Clube Cultural 5 de agosto, em Tucano, a Assembleia Geral dos Servidores do Magistério para deliberar sobre pauta que trata do pacote de medidas da Prefeitura Municipal, que na visão da classe prejudica a vida profissional dos professores municipais. A discussão se dá em torno da alteração do Plano de Carreira dos Professores, no Estatuto do Magistério e na Lei dos Dirigentes Escolares.
“Estas três leis afetam diretamente a vida desses profissionais e com essa paralisação iniciada no dia (19), cerca de 11 mil alunos serão prejudicados com o fim do ano letivo que deverá se estender pelo mês de janeiro para o cumprimento dos dias 200 dias letivos prejudicando já antecipadamente o início do ano letivo de 2018”, dizem os professores. 
A categoria resolveu continuar paralisada até a próxima Sessão da Câmara de Vereadores, que acontece no dia 21 de dezembro, quando esperam que os Projetos 059, 060 e 061 sejam colocado em votação, rejeitados, e posteriormente arquivados.
A Prefeitura Municipal de Tucano não se manifestou sobre o assunto até o momento. A prefeitura já se pronunciou em outras oportunidades no sentido de que o município passa por uma crise financeira, bem como os demais municípios da Bahia. Segundo a gestão, os projetos apresentados visam adequar os custos da máquina pública à atual realidade do país.
Fonte: Joilson Costa
Com informações do SINDSMUT

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!