Labels

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Câmara de Vereadores de Banzaê: Contas 2017 aprovadas pelo TCM


Gerir uma empresa não é tarefa fácil, ainda mais quando se fala de uma empresa pública, que requer muita seriedade e transparência, pois o que é público (como o termo já diz) é de interesse de todos. E transparência não faltou nessa gestão do primeiro biênio de presidência do vereador José Vanderlei Chaves Bitencourt (PT). Vale salientar que ele concluiu a tão sonhada construção do primeiro andar, no qual funcionará serviços administrativos: Gabinete do Presidente, Salas de reuniões de Vereadores da Situação e Oposição, Setores Contábil e Jurídico. A obra foi iniciada na última gestão do ex-presidente Edson Brito (2005 a 2012).
A publicação da aprovação das contas do exercício de 2017 é do dia 06/12/2018. Na decisão do relator apresenta apresenta ressalvas, mas isso não significa irregularidades em suas contas. 

O trabalho do vereador Vanderlei é elogiado pelos seus colegas do legislativo, tanto da Situação, quanto da Oposição. Segundo os edis, o vereador presidente não trabalha com distinção partidária, mas procura atender a todos de maneira solícita e humana, acima de tudo, pois, segundo ele, "cargo e funções são passageiros, e (o) nome, esse será lembrado por muitos e por muitas gerações, quer seja de maneira negativa ou positiva."

O vereador Vanderlei salienta, ainda, que não foi fácil, pois ele teve que tomar decisões um tanto complexas: uma delas foi reduzir os gastos, principalmente com diárias. Além da contração do prédio (do primeiro andar), o presidente comprou o carro da Casa Legislativa. 
Vanderlei do Tamburil - Primeiro da esquerda para direita
Por tudo isso ele agradece a Deus - em primeiro lugar -, por lhe conceder sabedoria e discernimento, agradece aos funcionários, aos colegas de edis e ao Horácio (contador) pelas orientações prestadas. E sobre a concorrência da presidência (reeleição) ele disse não está interessado, mas que estará disposto ao que for melhor para o funcionamento da Casa e do Município.

Em sua posse como presidente, ele disse que não recusaria a colocação de nenhuma matéria que fosse favorável à população, não importaria de quem viesse a indicação, desde que fosse para o bem da população, esta seria colocada em pauta para votação.

Com relação a aprovação de sus contas, ele disse ter ficado muito maravilhado com a notícia, embora ele viesse trabalhando para que isso viesse a dar certo, e, de fato, como deu. Nele fica o sentimento de ter cumprido essa parte de sua missão, missão essa, que tentou fazer de pé no chão e de maneira mais natural e transparente possível. Informações e foto: Blog Monte Nius

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita!